Arquivo da tag: Paulo Freire

Pensando uma alfabetização filosófica na EJA

Na tarde do dia 13/07, primeira do evento, os professores Gustavo Coelho (Colégio Israelita Brasileiro e no Colégio São Judas Tadeu) e a professora Rúbia Vogt (CAp/UFGRS) falarão sobre didática da filosofia na modalidade de ensino de jovens e adultos. A mediação da discussão fica por conta da professora Inara Zanuzzi (Filosofia/UFRGS).

Abaixo o resumo da comunicação da Prof.ª Rúbia (o resumo da comunicação de Gustavo pode ser acessado aqui):
6702263985_8ecd840987_o

Nesta apresentação pretendo pensar sobre uma metodologia de ensino para a filosofia na Educação de Jovens e Adultos – EJA. É fundamental, para essa reflexão, conhecer quem são os alunos da EJA. O aluno da EJA, muitas vezes, é caracterizado pelo que supostamente lhe falta, as ditas “lacunas” de aprendizagem que este grupo heterogeneamente apresenta. Contudo, a luz deve ser jogada no que já há para ponto de partida, pois os jovens e adultos da educação básica já têm conhecimentos e saberes, embora não formais. Paulo Freire, ao pensar a alfabetização de jovens e adultos, propôs que não se partisse das palavras desconhecidas, e, portanto, vazias de sentido, para seus alunos; mas sim, das “palavramundo”, aquelas já “lidas”, conhecidas e com sentido para estes alunos. Respeitando as sensíveis diferenças entre a alfabetização de jovens e adultos e o ensino de filosofia na EJA, minha proposta é pensar uma metodologia de ensino a partir das palavramundo filosóficas desses alunos, traçando aproximações entre o Método Paulo Freire de Alfabetização e o ensino de filosofia na EJA.

Anúncios